carregando

Adilso

Machado

PROFESSOR

ADILSO MACHADO

Adilso Machado da Silva é Diretor artístico, artista circense, bailarino e pesquisador interdisciplinar, Graduado em Educação física – Licenciatura pela Universidade do Estadual de Santa Catarina – UDESC.
Atualmente, é Diretor Artístico do Grupo CIRCAR, e bailarino com trabalhos entre Brasil e Europa. Seu trabalho é caracterizado por uma abordagem física rigorosa. O corpo em movimento é parte central em seu trabalho, mas pertence e interage com um corpo de luz, som e materiais que constituem um ambiente de percepção e sensação.

Entre o fim de 2014 e o começo de 2105, integrou o elenco como bailarino da cie Toula Limnaios – Berlin/DE, durante nove anos participou do Grupo Cena 11 Cia de Dança, é professor de dança contemporânea e coreógrafo de grupos de dança amadores e profissionais. A sua experiência como bailarino tem 20 anos. Nesse período teve contato com diferentes técnicas de dança contemporânea, ballet clássico, street dance e jazz, com diversos professores. Principais diretores foram: Toula Limnaios (Cie Toula Limnaios – Berlin/DE), Alejandro Ahmed (Grupo Cena 11 Cia de Dança, Florianópolis/SC), Eva Schul ( nima Cia de Dança, Porto Alegre/RS), Eduardo Severino (Eduardo Severino Cia de Dança, Porto Alegre/RS), Residência com Lia Rodrigues (Lia Rodrigues Cia de Dança, Rio de Janeiro/RJ), e Hooman Sharifi (Impure Company, Oslo/Noruega), entre outros artistas.

Sua formação também se deu por meio das técnicas circenses: acrobacia aéreas no trapézio e tecido, clown, pirofagia, perna de pau, durante três anos no Circo-teatro Girassol (Porto Alegre/RS).
Seu principal foco de trabalho como professor de dança e a conscientização do corpo e do movimento desenvolvendo e pesquisando um método chamado “corpo pensa a dança”, que busca questionar o modo de PENSARFAZER dança.

Partindo do seguinte pensamento:
“Os movimentos produzidos pelo o corpo, não terão o foco em um “estilo” de dança. Entendendo que, geralmente quando o fenômeno dança é pensada em estilos de dançar o corpo “corre” para enquadrar-se , moldar-se na forma do estilo. No entanto, será proposto um modo de trabalhar a dança a partir de alguns questionamentos sobre: o corpo, sobre pensamento e sobre produção de dança”.
Para isso, relaciona técnicas como a improvisação, contato-improvisação, circo, técnica de release, entre outras formas de treinar o corpo.

FIQUE POR DENTRO DE TUDO O QUE ACONTECE AQUI!

SIGA A GARAGEM DA DANÇA

ASSINE A NEWSLETTER

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Aceito receber a Newsletter

A garagem da dança não é uma simples escola, é uma casa que acolhe todos sem preconceitos. Nela, eu me sinto parte de uma família em que todos estão dispostos a aprender uns com os outros, se apoiando e comemorando pelas conquistas alheias. Além disso, foi graças a essa escola que eu me apaixonei pelo sapateado, modalidade com a qual eu quero trabalhar quando for adulta. Resumindo a garagem é um lugar que te faz apaixonar pela dança a cada dia mais, isso com a ajuda dos profissionais maravilhosos que trabalham nela.

Aurora Santis - Aluna há 4 anos

A Garagem da Dança é uma família, todas as pessoas, têm muito amor envolvido. A gente gosta muito um do outro e respeita cada um independente das nossas diferenças.

Isabella Duwe - Aluna há 4 anos